Esse blog é uma homenagem às minhas avós, às avós do meu filho e a todas as mulheres que tem a doce experiência de serem avós. Acredito que no âmbito familiar poucas coisas são tão saudáveis quanto o estar na casa da vovó, desfutar de sua companhia, de seus quitutes e fazer descobertas diárias sobre o mistério que envolve a distãncia entre as coisas do tempo da vovó e a nossa vida cotidiana, principalmente quando somos crianças.

Seguidores

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Vale a pena ler de novo: segredinhos e dicas da Vovó!

Para um sono tranquilo, travesseiro de macela ...

Flor de macela seca

Flor de macela em seu ambiente natural

Macela é o nome popular de um pequeno arbusto (ou capim) que nasce no campo de cerrado, floresce e, é das suas flores que vem esse cheirinho delicioso que sinto sempre que deito a cabeça em um travesseiro aqui na na casa da vovó. Ela só faz travesseiro de retalhos ou de algodão quando não acha flor de macela. Geralmente é no tempo da seca e do frio que se faz a colheita. Nesses meses, quem chega aqui tem que ajudar a colher, separar e encher os travesseiros. Todos os anos vovó gosta de trocar a macela dos travesseiros.
Certa vez lhe perguntei o motivo de tanto zelo e ela me disse que é para evitar as alergias, que também o cheiro da macela com o tempo vai exalando e trocar as flores é bom para mantê-los sempre perfumados. Mas o que eu gosto mesmo é da sensação de tranquilidade e conforto que o cheirinho da macela me dá. durmo muito bem durante toda a noite. Nem acordo com aqueles tic de medo ...       

10 comentários:

Lourdes disse...

Olá Anabela!
Não tenho comentado pois o tempo para mim tem sido muito escasso mas, hoje, adorei a dica da vovó. Estou a atravessar uma fase tremenda de alergia. Estou farta de medicamentos que nada fazem. Vou experimentar porque não custa nada e é saudável e ecológico.
Beijinhos

She disse...

Adorei a dica, esse seu post me trouxe uma saudade enorme de minha vozinha que partiu há 2 meses... ai, ai. Tem coisa que só uma vó faz.
Beijo, beijoooo
She

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

Não admira que seja relaxante; a macela é a camomila e por isso dá esse efeito. Na aldeia onde nasci as pessoas apanhavam a macela, deixavam secar e depois era usada para fazer o chá. Deve ser muito gostoso mesmo os travesseiros com esse cheirinho. Beijinhos, amiga e um bom fim de semana
Emília

Pepa disse...

Oi Anabela, é a Vi,essas historias suas estão me deixando apaixonada..
Gosto de historias do interior, historias de família, porque sempre tem um ensinamento.
Nunca tive um travesseiro de macela, alias nem conheço o cheiro da macela.
E os biscoitos de rapadura, fiquei sonhando com a receita.
Beijos,Vi

heloisa de mesquita inoue disse...

Vó, sempre tive vontade de ter vários pés de marcela pelo quintal mas,não tenho encontrado boas sementes, infelizmente... obrigada pela dica... e, uma linda semana, beijos!

António Jesus Batalha disse...

Ao passar pela net encontrei seu blog, estive a ver e ler alguma postagens
é um bom blog, daqueles que gostamos de visitar, e ficar mais um pouco.
Tenho um blog, Peregrino E servo, se desejar fazer uma visita.
Ficarei radiante se desejar fazer parte dos meus amigos virtuais, claro que irei retribuir seguido
também o seu blog. Minhas saudações.
http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida Anabela
Como vc está?
Tomara que esteja bem!
Já tinha ouvido falar disso...
Bjm fraterno

Uouo Uo disse...




thx

شركة تنظيف بالرياض




thank you

حراج السيارات


thank you



احلى سينما

Uouo Uo disse...




thx

شركة تنظيف بالرياض




thank you

حراج السيارات


thank you



احلى سينما

Maria Reciclona disse...

Puxa,.. faz tanto tempo que não durmo em um traveseiro de macela... fiquei até com saudades deste cheirinho. Mas sempre que posso, arrisco um raminho de alecrim sob o tavesseiro e isto me traz uma deliciosa senasação de bem estar também. Quem não tem macela, vai de alecrim rsrsrs. Um abraço, querida.