Esse blog é uma homenagem às minhas avós, às avós do meu filho e a todas as mulheres que tem a doce experiência de serem avós. Acredito que no âmbito familiar poucas coisas são tão saudáveis quanto o estar na casa da vovó, desfutar de sua companhia, de seus quitutes e fazer descobertas diárias sobre o mistério que envolve a distãncia entre as coisas do tempo da vovó e a nossa vida cotidiana, principalmente quando somos crianças.

Seguidores

sábado, 14 de maio de 2011

DEUSQUEMQUIS


Imagem de pascom


O sábado está agitado por aqui. A "reza de maio" hoje será na casa da vovó. Uma tradição do tempo que eu ainda nem tinha nascido. Naquela época a maioria do povo era devoto de Nossa Senhora do Rosário e, as rezas eram muito mais animadas. Mesmo assim, Vovó faz questão de manter a tradição e faz tudo para que seja grande a renda dos leilões e que as crianças brilhem na coroação. Ela tem vestido de anjo para quem quiser participar. São muitos ... todos bem branquinhos e bordados, com asa de anjo, tiara e tudo. Eu vou usar o que foi de mamãe.
Quem chegou logo cedo para ajudar foi Rita de Maria Deusquemquis. Ela tem muito jeito para decorar o altar e ajeitar os leilões em embalagens bem bonitas. Rita é filha de Maria, que  é cunhada de tia Terezinha e filha de Deusquemquis.
Deusquequis já morreu há uns vinte anos, mas quem o conheceu não esquece da origem de seu apelido. Seu nome de batismo era Josino da Silveira, mas todos o chamavam de Deusquemquis. Ele era professor da escola rural lá do Alto da Cruz. Dizem que era muito pouco interessado em responder perguntas de seus alunos e quando alguma criança lhe perguntava coisas que ele não queria responder, sempre dizia :
-  Foi Deus quem quis!
E assim passou sua vida, se livrando de muita explicação sobre as coisas que lhe perguntavam. Afinal, se foi Deus quem quis que fosse assim, não adiantava insistir, porque a vontade de Deus é para se obedecer e não para ser discutida. Era uma ordem e ponto final. 
Deusquemquis teve mais de uma dúzia de filhos. As mulheres todas se chamam Maria, Maria de alguma coisa ... E quando lhe perguntavam o motivo de todas terem o mesmo nome ele respondia:
- Foi Deus quem quis.
Por se chamarem Maria, todos os anos de suas vidas acompanham as "rezas de maio"!
Será que é porque Deus quem quis!?

6 comentários:

palavrassmagicas disse...

boa noite aorei seu blog me tornei seguidora paça la no meu se puder me seguir agradeço li e me lembrei da minha infancia que saudade bj parabens

Tina disse...

Oi amiga querida
Vim te desejar uma semana bem feliz!
Porque vim agora????
Foi Deusquemquis...
bjs
Tina (MEU CANTINHO NA ROÇA)

msgteresa disse...

Oi,Anabela!
Adorei essa estóia do "Deusquemquis"...(Rs...) Mas o mais interessante é que ainda hoje em dia a gente encontra uns professores meio "Deixapralá", que sempre inventam umas estórias pra fugir das perguntas difíceis dos seus alunos...(Rs...)
Gosto muito dessas estórias da vovó,pois elas sempre encantam a alma da gente com a sua simplicidade e beleza humana genuínas...Parabéns pelos belos textos,querida amiga!
Beijo no teu coração!!!
Teresa
("Se essa lua fosse minha")

heloisa de mesquita inoue disse...

Sabe-se lá?! Quem sabe se não foi Deus que quis mesmo? Eh, realmente, no interior era assim mesmo... as novenas, os apelidos, as respostas sem respostas... Nossa, quanta coisa mudou... Beijos! E tenha uma ótima semana!

Maria Luiza disse...

Deusquemquis...sábio homem!!!
Concordo com ele!!!!

Tina disse...

Toc-toc-toc...Ô de casa!! Vovó cadê a senhora?
Tô com saudade...
bjs
Tina (SONHAR E REALIZAR)