Esse blog é uma homenagem às minhas avós, às avós do meu filho e a todas as mulheres que tem a doce experiência de serem avós. Acredito que no âmbito familiar poucas coisas são tão saudáveis quanto o estar na casa da vovó, desfutar de sua companhia, de seus quitutes e fazer descobertas diárias sobre o mistério que envolve a distãncia entre as coisas do tempo da vovó e a nossa vida cotidiana, principalmente quando somos crianças.

Seguidores

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Cuidando de violetas


Vovó nos deixou ajudá-la a trazer os vasinhos de violeta do jardim para a varanda. Ela explicou que com o tempo chuvoso é o melhor a se fazer, porque violetas não gostam de muita umidade. Se ficam em terra molhada acabam se encharcando e morrem. 
Enfileiramos todos eles na bancada bem perto da parede da sala e vovó colocou em cada um uma pitadinha de fermento em pó. É um santo remédio para fazer as flores nascerem bem grandes e viçosas.
Quando o tempo ensolarado estiver firme, levaremos todos os vasinhos de volta para a sombra do pé de manacá. Violetas não gostam de ficar expostas ao sol. Nem sol, nem chuva. Deveria se chamar, flor dengosa! 

5 comentários:

welze disse...

olá linda, gostei da dica do fermento. é assim mesmo com as violetas. senão tratá-las com todo esse zelo, elas morrem num instantinho. um abraço e boa semana

Maria Luiza disse...

Oi Ana,
Mil perdões!
Mas passou batido...
Essa vida de blogueira/obreira deixa a mulher um pouco louca....
Vou ver se faço tudo direitinho....
bjs

Tina disse...

oi amiga...
A dica do fermento é verdadeira?
vou tentar com minhas violetas que não querem florir de geito nenhum.
As da vovó estão muito bonitas rsrsrs
bjs
Tina (MEU CANTINHO NA ROÇA)

Mara D'Almeida disse...

Olá Anabela!
Lindo! Amei! Amo planttinhas, flores e gostei da dica para cuidar de violetas.
Um beijo!

Chica disse...

Adoro as violetas e tenho sorte com elas...beijos(estou em férias, por isso tardo a chegar, mas qdo dá, venho,srrs)